REDES SOCIAIS       
Photo4949863304159930405

Stock Car: Di Grassi vence 3ª do ano em Cascavel

Estratégia inteligente coloca Lucas no alto do pódio na 8ª etapa da temporada

 

Mais uma vez o trabalho em equipe foi determinante em uma prova da Stock Car. Neste domingo (9), a Hero Motorsport e Lucas Di Grassi desenharam uma estratégia específica para a primeira prova da rodada dupla da oitava etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, realizada no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel (PR). Com um carro muito bem acertado Di Grassi sobrou na pista, mas “turbinou” suas chances de vitória na prova de abertura da rodada ao optar por não reabastecer durante o pit stop. A estratégia possibilitou a superação do então líder Felipe Fraga ainda nos boxes – um trabalho que Di Grassi completou a seguir impondo um ritmo muito forte, que não foi acompanhado por nenhum dos concorrentes. Lucas terminou a prova com a expressiva vantagem de onze segundos sobre o segundo colocado.

“Foi uma vitória fantástica também por que eu andei nessa pista pela primeira vez anteontem. Então, acho que nossa equipe trabalhou muito bem nessa adaptação. Nosso carro estava muito rápido e tenho certeza de que se não tivéssemos feito a ultrapassagem no box, ela aconteceria de qualquer forma nas voltas seguintes”, comentou o piloto da Hero Motorsport, que já havia vencido corridas nas demais etapas paranaenses de 2018, em Curitiba e Londrina.

“Mas a estratégia já estava combinada e calculada pela equipe para esta primeira corrida, então o time a seguiu de forma impecável. A ideia era me manter o mais próximo possível do Fraga na primeira parte da prova, para tentar surpreendê-lo ao não fazer o abastecimento – e com isso ganhar alguns segundos, o suficiente para a ultrapassagem. Tenho que agradecer à equipe Hero pelo ótimo pit stop de hoje. Essa foi minha terceira vitória no ano, estou muito feliz. O carro estava ótimo e tudo funcionou como o time havia planejado, de forma impecável”, resumiu Di Grassi.
Lucas largou em segundo e seguiu as orientações do time ao andar sempre próximo do pole Felipe Fraga na primeira metade da corrida. Com a abertura da janela de pit stops, a equipe Hero Motorsport manteve-se fiel ao plano traçado para a corrida e optou por não abastecer o carro, fazendo apenas a troca dos pneus do lado direito – os mais desgastados em Cascavel, que tem a maior parte das curvas para a esquerda. Fraga, no entanto, realizou um pit stop completo, também reabastecendo seu carro. E foi surpreendido pela velocidade com que Lucas voltou para a pista.

No entanto, na segunda corrida, que os dez primeiros do grid em posição invertida, Di Grassi abandonou logo na primeira curva: “Foi uma pena. Larguei de forma agressiva pelo lado de fora e peguei um trecho sujo. O carro perdeu aderência e passou direto. Com isso praticamente todo o grid me passou e a equipe achou melhor abandonar, por que teríamos um pit stop longo e, apesar da boa velocidade que tínhamos, seria difícil recuperar. Então achamos melhor poupar o carro e os pneus para a próxima etapa. O importante é que saímos daqui com mais uma vitória. Isso foi realmente sensacional”, resumiu Di Grassi.

A próxima etapa da Stock Car será disputada no dia 23 de setembro, no circuito do Velo Città, interior de São Paulo. Confira os resultados da oitava etapa:

Resultado da Corrida 1:
1. 11 Lucas Di Grassi (Hero Motorsport) – 39 voltas em 42min01s287
2. 88 Felipe Fraga (Cimed Chevrolet Racing) – a 10s595
3. 80 Marcos Gomes (Cimed Chevrolet Racing Team) – a 12s928
4. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 14s315
5. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 15s271
6. 0 Cacá Bueno (Cimed Chevrolet Racing) – a 21s607
7. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 25s166
8. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 25s362
9. 12 Lucas Foresti (Cimed Chevrolet Racing Team) – a 25s523
10. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) – a 30s322