REDES SOCIAIS       
Foto: Rodrigo Aguiar Ruiz

Fórmula E: Pole e segundo lugar em Berlim deixam Di Grassi mais próximo da ponta

Com os 21 pontos conquistados neste sábado (10) e a desclassificação do rival Sébastien Buemi, brasileiro da ABT Schaeffler Audi Sport diminui diferença de 43 para 22 pontos. Segunda corrida acontece neste domingo (11)

Mesmo enfrentando problemas – físicos e técnicos – Lucas di Grassi encerrou o sábado de forma positiva, com um troféu e mais 21 pontos no bolso. O brasileiro cravou a pole position e terminou em segundo lugar a primeira prova da sétima etapa da temporada 2016-2017 da Fórmula E, disputada no circuito do antigo aeroporto Tempelhof, em Berlim.

O lucro para o piloto da ABT Schaeffler Audi Sport o fez diminuir a distância em relação à liderança do campeonato de 43 para 22 pontos; isso porque o líder Sébastien Buemi, que largou em 14º e terminou em sexto, foi desclassificado por uma irregularidade com a pressão dos pneus estipulada por regulamento.

A pole-position de Lucas – sua segunda nesta temporada, repetindo o feito de Buenos Aires -, foi conquistada pela menor margem já registrada nas três temporadas da Fórmula E: apenas um milésimo de segundo separou o brasileiro do argentino José Maria López (1min08s312 e 1min08s313), diferença que representa, na pista do Tempelhof, míseros três centímetros caso os carros estivessem na pista ao mesmo tempo.

Na corrida, Di Grassi liderou praticamente toda a primeira metade, mas cedeu a ponta a Felix Rosenqvist, da Mahindra, que largou melhor e superou o argentino da Virgin para tomar a segunda posição. O sueco se aproximou de Lucas quando o carro do brasileiro começou a apresentar problemas de superaquecimento da bateria.

A ultrapassagem aconteceu na volta anterior ao pit stop, e Di Grassi voltou na mesma posição após a troca do carro. Mas o problema persistiu e o piloto da Audi Sport teve de lutar para se manter atrás do sueco.

“Começamos o fim de semana completamente perdidos, e tentamos algumas mudanças no acerto. Pude fazer uma volta muito boa na classificação, mas se analisar o ritmo que apresentamos pela manhã, esta não foi a melhor corrida para nós”, afirmou. “Tive que segurar tudo o que pude, e no final da primeira metade eu comecei a perder a regeneração de energia por causa da temperatura da bateria, que subia demais. E o mesmo aconteceu no segundo stint”, descreveu o piloto, que correu sustentando uma contusão no tornozelo direito, adquirida durante uma partida de futebol beneficente disputada nesta semana no estádio Stanford Bridge, em Londres.

Lucas, no entanto, tenta olhar também o lado bom da situação. “No geral, temos de encarar como um dia positivo. Pole position e um segundo lugar é muito bom, mas na realidade não era o que esperávamos. Tivemos estes problemas de temperatura, e por causa disso eu tive que diminuir o ritmo – e Felix pôde me ultrapassar. Depois passei a me concentrar em somar os pontos do segundo lugar. No entanto, amanhã eu espero lutar mais uma vez pela vitória”, afirmou o brasileiro, que subiu ao pódio pela 18ª vez em sua carreira na Fórmula E.

A etapa de Berlim acontece em sistema de rodada dupla, por isso Di Grassi e a equipe ABT Schaeffler Audi Sport têm, neste domingo, mais uma chance de diminuir a distância em relação à liderança do campeonato. No momento, Buemi soma 132 pontos, contra 110 de Lucas.

A segunda prova na capital alemã tem largada às 11 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo pelo Fox Sports 2.

e-Prix de Berlim, corrida 1:

1. Felix Rosenqvist, Mahindra Racing, 44 voltas em 53min19s661
2. Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport, +2s232
3. Nick Heidfeld, Mahindra Racing, +4s058
4. Jose Maria Lopez, DS Virgin Racing, +13s638
5. Nico Prost, Renault e.dams, +19s068
6. Daniel Abt, ABT Schaeffler Audi Sport, +19s799
7. Sam Bird, DS Virgin Racing, +20s065
8. Jean-Eric Vergne, TECHEETAH, +20s689
9. Maro Engel, Venturi Formula E, +39s030
10. Oliver Turvey, NextEV NIO, +40s985
11. Stephane Sarrazin, TECHEETAH, +42s682
12. Nelson Piquet Jr, NextEV NIO, +42s980
13. Jerome D’Ambrosio, Faraday Future Dragon Racing, +45s712
14. Adam Carroll, Panasonic Jaguar Racing, +49s658
15. Loic Duval, Faraday Future Dragon Racing, +59s010
16. Antonio Felix da Costa, Andretti Formula E, +1min00s269
17. Robin Frijns, Andretti Formula E, +1min02s463
18. Tom Dillmann, Venturi Formula E, +1min07s695
19. Mitch Evans, Panasonic Jaguar Racing, não completou
20. Sebastien Buemi, Renault e.dams, Desclassificado

Classificação do Campeonato:
1. Sebastien Buemi, Renault e.dams – 132 pontos

2. Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport – 110
3. Nico Prost, Renault e.dams – 68
4. Felix Rosenqvist, Mahindra Racing – 65
5. Nick Heidfeld, Mahindra Racing – 62
6. Jean-Eric Vergne, TECHEETAH – 44

Lucas Di Grassi é patrocinado por Qualcomm, Aethra, KNM, Oris Watches, BlueFox e Mumm