REDES SOCIAIS       
Audi E-tron FE07 #11 (Audi Sport ABT Schaeffler), Lucas Di Grassi

Fórmula E: Di Grassi salva ponto em corrida caótica em Valência

 

Prova da manhã deste sábado (24) na Espanha teve pista molhada, vários incidentes, cinco intervenções do safety car e diversos pilotos ficando sem bateria no fim da prova. Brasileiro ainda teve de cumprir punição e mesmo assim terminou em décimo

 

Lucas di Grassi experimentou uma verdadeira corrida de sobrevivência na manhã deste sábado (24) em Valência, na Espanha, palco da quinta etapa do Campeonato Mundial da Fórmula E. O brasileiro da equipe Audi terminou a disputa na décima posição, contabilizando um ponto que, em sua visão, deve ser bastante comemorado. Depois de disputar a classificação com um acerto incompatível com as condições da pista, Di Grassi largou apenas da 21a posição.

E antes mesmo da largada, o brasileiro foi informado de que teria de cumprir uma parada obrigatória de 10 segundos nos boxes como punição pela troca da transmissão de seu Audi, danificada na etapa de Roma após batida causada por Sébastien Buemi. Lucas optou por pagar a punição já no início da prova.

Contando a largada, que foi com safety car por causa da pista molhada, foram cinco as intervenções do carro de segurança durante a prova, que foi bastante agitada. Pelo regulamento, a cada entrada do safety car, dependendo do tempo da intervenção, há uma redução na carga das baterias dos carros para forçar os pilotos a trabalhar o gerenciamento de energia. E isso deixou muita gente na mão.

Di Grassi galgava posições e chegou a se fixar na 12a posição. Após a quinta e última intervenção, a bandeira verde liberou as disputas para as duas últimas voltas de prova. Pelo menos 10 pilotos sofreram com a falta de energia, entre eles o atual campeão António Félix da Costa, que largou da pole e liderou a corrida toda, tendo sido ultrapassado por Nyck de Vries na abertura do último giro, para terminar apenas em sétimo.

Di Grassi, que foi um dos cinco mais votados para levar o FanBoost, mostrou que toda sua experiência de campeão fez a diferença. Conseguiu economizar energia, enquanto muita gente sucumbiu nos momentos finais da disputa, e teve como prêmio de consolação o décimo lugar e a soma de mais um ponto à sua campanha na temporada 2020-21 do Mundial da Fórmula E.
“Foi uma corrida boa, mas frustrante”, disse o brasileiro. “Tive que largar praticamente em último e ainda fazer um drive though. A corrida foi difícil, com chuva. Consegui recuperar e alcançar o 12º lugar no final da prova. Nós erramos na estratégia. Mas mesmo assim conquistamos um ponto. Amanhã é outro dia e a gente vai pra cima”.
A Fórmula E realiza a sexta etapa neste domingo, também em Valência, com largada às 9h e transmissão pela TV Cultura e Sportv.