REDES SOCIAIS       
Lucas Di Grassi, Audi E-tron FE06 #11

F-E: em terceiro no campeonato, Lucas volta à pista neste domingo

Etapa disputada neste sábado foi difícil, mas brasileiro segue otimista para amanhã

 

Em uma corrida disputada e cheia de imprevistos, Lucas Di Grassi terminou em oitavo neste sábado durante a oitava etapa do Mundial de Fórmula E, disputada no aeroporto de Tempelhoff, na Alemanha. Participando do primeiro grupo do classificatório para o grid, que neste sábado foi especialmente prejudicado pelas condições mais lentas da pista, Di Grassi largou do décimo lugar apesar de ter feito o terceiro tempo de seu grupo. Com o carro fora de ritmo se comparado aos times mais rápidos, Lucas, que havia saltado para a vice-liderança da tabela após a etapa de quinta-feira, acabou levando um toque do amigo Felipe Massa (equipe Venturi Racing), e com isso perdeu várias posições, caindo para 13º.

“Tivemos esse esbarrão com o Felipe, que apesar de não ter sido um impacto muito forte pegou em cheio na minha roda traseira esquerda, desequilibrou bastante o carro e quase me joga para fora. Felizmente consegui controlar, mas havia vários carros bem atrás da gente e eles se aproveitaram para me passar. Consegui recuperar um pouco do terreno e chegar ao oitavo lugar, na zona de pontos. Estamos na briga pelo vice-campeonato”, frisa Lucas, que com o oitavo lugar passou a somar 61 pontos e está oito atrás do alemão Maximilian Guenther (BMW Andretti), vencedor da etapa de hoje.

A nona etapa do Mundial de Fórmula E será realizada neste domingo, com largada às 14h e transmissão ao vivo pelo canal Fox Sports a partir das 13h30.

Resultado da oitava etapa da Fórmula E, em Berlim:

1) Maximilian Guenther (Alemanha, BMW Andretti), 36 voltas em 46min15s512;

2) Robin Frijns (Holanda, Envision Virgin Racing), a 0s128;

3) Jean-Éric Vergne (França, DS Techeetah), a 2s569;

4) António Félix da Costa (Portugal, DS Techeetah), a 2s743;

5) André Lotterer (Alemanha, Porsche), a 3s136;

6) Oliver Rowland (Inglaterra, Nissan E.DAMS), a 5s547;

7) Jérôme D’Ambrosio (Bélgica, Mahindra Racing), a 7s893;

8) Lucas Di Grassi (Brasil, Audi Sport Abt Schaeffler), a 12s672;

9) Mitch Evans (Nova Zelândia, Panasonic Jaguar), a 13s511;

10) Alexander Sims (Inglaterra, BMW Andretti), 19s248.

 

Classificação do campeonato após oito etapas:

1) António Félix da Costa (Portugal, DS Techeetah), 137 pontos;

2) Maximilian Guenther (Alemanha, BMW Andretti), 69;

3) Lucas Di Grassi (Brasil, Audi Sport Abt Schaeffler), 61;

4) Mitch Evans (Nova Zelândia, Panasonic Jaguar), 59;

5) Stoffel Vandoorne (Bélgica, Mercedes-Benz EQ), 57;

6) André Lotterer (Alemanha, Porsche), 55;

7) Sam Bird (Inglaterra, Envision Virgin Racint), 52;

8) Sébastien Buemi (Suíça, Nissan E.DAMS), 52;

9) Jean Eric Vergne  (França, DS Techeetah), 51;

10) Alexander Sims (Inglaterra, BMW Andretti), 49.