REDES SOCIAIS       
Audi E-tron FE05 #11 (Audi Sport ABT Schaeffler), Lucas Di Grassi

Erro de outro piloto tira Lucas da pista a menos de 2 minutos do fim

Sébastien Buemi causa acidente que impede brasileiro de tomar a vice-liderança da pontuação e avançar na briga pelo título

 

O brasileiro Lucas Di Grassi ocupava a sexta posição, depois de largar em 10º em uma corrida de ultrapassagens muito difíceis, quando foi jogado para fora em um acidente causado por Sébastien Buemi durante a sexta etapa da Fórmula E, em Sanya (China). A batida aconteceu já no meio da penúltima volta, faltando menos de dois minutos para a bandeira quadriculada. O piloto suíço da Nissan E.DAMS errou na aproximação do hairpin, bateu na traseira do holandês Robert Frijns e o jogou contra Lucas. O brasileiro teve seu Audi e-Tron FE05 seriamente avariado e abandonou. “O campeonato está muito difícil e a sexta posição perdida hoje era valiosa em termos de briga pelo título. Até esse momento, fazíamos uma boa corrida”, observou o campeão mundial de 2017.

“Isso colocou Lucas para fora da corrida e Daniel (Abt, parceiro do brasileiro) foi forçado para fora do traçado. O resultado foi desapontador para nós, pois tínhamos o desempenho, os pilotos e a estratégia para conseguir mais”, observou o chefe da Audi Sport Abt Schaeffler, Allan McNish, referindo-se também à oportunidade que escapou por pouco de assumir a vice-liderança entre os pilotos.

A sexta colocação faria Di Grassi subir do terceiro lugar, que ocupava antes da prova, para o segundo posto na classificação, mantendo-se a apenas dois pontos do novo líder, o português António Félix da Costa (BMW Andretti). Mas com o abandono o brasileiro agora é o sexto colocado, a dez pontos do primeiro. “A sexta posição era muito boa. Foi uma pena. Mas vamos continuar lutando… O campeonato está inteiramente em aberto e nós vamos pra cima”, finalizou Lucas Di Grassi.

A vitória da sexta etapa do Mundial de Fórmula E foi conquistada pelo francês Jean-Eric Vergne (DS Techeetah), que agora ocupa a terceira posição na tabela. A próxima corrida do Campeonato Mundial de Fórmula E será disputada no dia 13 de abril, em Roma, na Itália. Confira a nova classificação após seis etapas: 1) António Félix da Costa (Portugal, BMW Andretti), 62; 2) Jérôme D’Ambrosio (Bélgica, Mahindra), 59; 3) Jean-Eric Vergne (DS Techeetah) e Sam Bird (Inglaterra, Virgin Envision Racing), 54; 5) Edoardo Mortara (Suíça, Venturi), 53; 6) Lucas Di Grassi (Brasil, Audi Sport Abt Schaeffler), 52 pontos.