REDES SOCIAIS       
AUDI SPORT ABT SCHAEFFLER FORMULA E TEAM,
#11 Lucas Di Grassi (Audi Sport Abt Schaeffler)

Di Grassi fecha rodada de Nova York com 5º lugar e parte para final em Montreal a 10 pontos da liderança

Prova mais longa do que a que foi disputada no sábado comprometeu a disputa por posições neste domingo (16). Ainda assim, brasileiro da ABT Schaeffler Audi Sport saiu em nono para terminar na quinta posição

Lucas di Grassi somou 22 pontos no final de semana que marcou a estreia da Fórmula E em Nova York e diminuiu de 32 para apenas 10 pontos a desvantagem em relação ao líder do campeonato, Sébastien Buemi. O quarto e o quinto lugares conquistados neste sábado e domingo no bairro do Brooklyn deixam o brasileiro com boas chances de lutar pelo título na rodada dupla final que acontece em Montreal, no Canadá, daqui a duas semanas, em 29 e 30 de julho.

As vitórias no final de semana nova-iorquino ficaram com o britânico Sam Bird, da DS Virgin Racing. As corridas tiveram 43 e 49 voltas, respectivamente, comprometendo um pouco a disputa por posições na segunda prova em virtude da maior necessidade de se economizar energia, especialmente sem nenhuma intervenção do safety car – apenas dois períodos curtos de bandeira amarela ocorreram.

Di Grassi, que lutou para encontrar o melhor acerto de seu carro, fez o possível, ganhou posições e pontos importantes. Situação que lhe coloca com possibilidades de disputa pelo campeonato. “Nosso carro não esteve bom neste final de semana, com estas condições de pista e temperatura mais altas, e por isso não conseguimos acertar. Isso se refletiu de maneira bem clara sobretudo nos treinos de classificação, e largando para trás a missão fica mais difícil”, diagnosticou.

Lucas lembrou, no entanto, da subida de desempenho dos carros da DS Virgin e da Mahindra. As duas equipes foram o destaque as corridas em Nova York. “Mesmo largando na frente, não tínhamos a mesma velocidade da Virgin e da Mahindra. Agora vamos trabalhar para tentar entender porque não conseguimos atingir o potencial esperado”, afirmou.

“Então, os 22 pontos conquistados aqui em Nova York foram o máximo que pudemos fazer. Fizemos o possível com um carro que não estava rápido. De qualquer forma, partimos para Montreal dez pontos atrás do Buemi. O campeonato continua completamente aberto, com 58 pontos em jogo na final. Vai ser muito difícil, mas vamos para o tudo ou nada, dando 100% do nosso potencial”, conclui o piloto da Audi.

ePrix de Nova York – Corrida 1 – Resultado (Top-5):
1. Sam Bird (DS Virgin Racing) – 49 voltas

2. Felix Rosenqvist (Mahindra) – a 11s381
3. Nick Heidfeld (Mahindra) – a 12s319
4. Pierre Gasly (Renault e.Dams) – a 12s355
5. Lucas di Grassi (ABT Schaeffler Audi Sport) – a 23s451

Classificação do Campeonato (Top-5):
1. Sébastien Buemi – 157 pontos

2. Lucas di Grassi – 147
3. Felix Rosenqvist – 104
4. Sam Bird – 100
5. Nicolas Prost – 84

Lucas Di Grassi é patrocinado por Qualcomm, Aethra, KNM, Oris Watches, BlueFox e Mumm