REDES SOCIAIS       
MUN 4626

Com três prêmios, Lucas di Grassi é o ponto alto no Capacete de Ouro

Atual campeão da Fórmula E levou três prêmios na mesma noite: votação dos jornalistas especializados, melhor ultrapassagem do ano e homenagem por sua representatividade no automobilismo internacional

Há mais de 20 anos, o Capacete de Ouro é considerado o ‘Oscar’ do automobilismo nacional. E na noite da última quarta-feira (8), no Auditório Elis Regina, em São Paulo, pilotos de várias categorias se juntaram para mais uma edição da premiação promovida pela revista Racing, da editora Motormídia. O ponto alto do evento foi a presença de Lucas di Grassi, atual campeão da Fórmula E, e que foi o homenageado da noite.

O piloto da Audi Sport recebeu três prêmios: pelo segundo ano consecutivo, levou o troféu Capacete de Ouro no voto dos jornalistas, desta vez na categoria Fórmula E; pela melhor ultrapassagem da temporada (realizada sobre outros três carros de uma só vez na etapa de Hong Kong). Lucas recebeu uma placa que reproduz, em dourado, a pintura usada por Ayrton Senna; e ainda foi homenageado com a entrega do Capacete de Ouro, cuja pintura foi inspirada no design atual de Di Grassi, pelas mãos de Alan Mosca.

“O automobilismo é um esporte muito difícil, exigente, caro, e cobra muito esforço de todo mundo envolvido. Este capacete de ouro deveria ser estendido a todos os que participam do automobilismo brasileiro e o mantêm vivo”, discursou Lucas, que também participou de um curto painel sobre Fórmula E e mobilidade urbana ao lado de Fabio Guillaumon, da Electric Dreams, startup brasileira especializada em tecnologia automotiva elétrica, e Cláudio Castro, diretor executivo de Negócios da Schaeffler do Brasil.